Espanha e Alemanha empataram, este domingo, a uma bola (1-1) em partida da segunda jornada do grupo E e deixam as decisões para a última jornada.

Era a partida mais apetecível desta segunda jornada da fase de grupos do Campeonato do Mundo. Dois colossos, dois campeões do mundo mediam forças, embora cada uma das equipas vivesse momentos distintos. A Espanha tinha arrancado o certame com uma impressionante vitória sobre a Costa Rica. A Alemanha iniciou a competição em falso, depois do desaire frente ao Japão (1-2).

Frente a frente duas seleções que têm no coletivo um dos pontes fortes, na forma como recortam o jogo através da sua circulação.

A Espanha não quis facilitar e colocou a baliza de Neuer em sobressalto logo à passagem do minuto 7. Pontapé incrível de Dani Olmo, a culminar uma excelente jogada dos espanhóis. O guardião da Alemanha ainda tocou na bola com uma palmada.

Tudo sobre o Mundial2022: jogos, notícias, reportagens, curiosidades, fotos e vídeos

Os alemães não se deixaram ficar e responderam praticamente a seguir. Gnabry isolou-se perante Unai Simón, mas havia fora de jogo para os alemães.

Com os espanhóis com mais bola, os alemães voltaram a criar perigo, numa fífia de Unai Simon. O guardião bateu mal uma bola, os germânicos recuperaram, e Gnabry com um remate em arco atira próximo da baliza.

Já próximo do intervalo, a Alemanha viu um golo ser anulado. Rudiger cabeceou para o fundo da baliza, mas foi assinalado fora de jogo.

No início da segunda parte, Luis Enrique lançou Álvaro Morata e tirou Ferran Torres de campo e essa alteração viria a dar frutos.

Antes, ao minuto 57´, a Alemanha voltou a acercar-se da baliza espanhola. Gundongan, deixou a bola para o remate de Kimmich, mas o guardião da 'La Roja' voltou a opor-se com classe.

Os germânicos avançavam as linhas e tentavam pressionar alto para assim aumentarem a probabilidade do erro entre os espanhóis.

No entanto, acabou por ser a Espanha a chegar ao golo. Jogada de entendimento com a bola a passar por Busquets, Olmo, com Alba a cruzar para a área, Morata antecipou-se e finalizou da melhor forma para a Espanha.

A Alemanha respondeu e foi à procura do empate. Inicialmente através das iniciativas individuais de Musiala, que do nada, consegue 'agredir' as defensivas adversárias. Que dizer de um remate forte que só foi travado por Unai Simón.

A pressão alemã acentuou-se e acabaria por ser uma aposta a partir do banco a dar o empate aos germânicos. Outra vez Musiala na jogada, com o criativo a aguentar e a deixar para Niclas Fullkrug disparar de forma fulminante para o fundo das redes.

Até final, mais duas oportunidades para os dois lados. Morata conseguiu romper, mas acabou por ser desarmado por Schlotterbeck. Na Alemanha, Sane conseguiu fugir depois de uma grande abertura de Schlotterbeck, mas acabou por adiantar o esférico em demasia.

Na classificação do Grupo E, a Espanha soma quatro pontos, contra três de Japão e Costa Rica, que hoje venceu os nipónicos por 1-0, e um da Alemanha.

O SAPO está a acompanhar o Mundial mas não esquece as vidas perdidas no Qatar. Apoiamos a campanha da Amnistia Internacional e do MEO pelos direitos humanos. Junte-se também a esta causa. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.