Os primeiros fãs começaram a afluir ao aeroporto cerca de seis horas antes da hora prevista para a chegada do voo que traria a selecção ganesa, enchendo a aerogare de sons de tambores e danças.

O avião, chegou com duas horas de atraso e foi recebido com gritos de alegria pelos adeptos, que tocavam vuvuzelas, empunhavam bandeiras do Gana e mostravam cartazes com dizeres como “Amamos os nossos heróis” e “Vocês são o orgulho do Gana e de África”.

O Gana foi a terceira equipa de futebol africana da história a atingir os quartos de final de um Mundial, depois dos Camarões (1990) e do Senegal (2002), tendo sido eliminada pelo Uruguai no desempate por grandes penalidades (4-2), após um empate, 1-1, com 120 minutos jogados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.