O futebolista saudita Yasser Al-Shahrani vai ser operado hoje e falha o resto do Mundial do Qatar, um dia depois do violento choque protagonizado com o seu guarda-redes no triunfo por 2-1 sobre a Argentina.

O defesa foi "transferido para o Hospital da Guarda Nacional e será operado nas próximas horas, de acordo com o tratamento decidido pela equipa médica", informou a seleção saudita no Twitter.

O lance aparatoso aconteceu já nos descontos do segundo tempo quando o guarda-redes Mohammed Al-Owais acertou com o joelho no rosto de Al-Shahrani, que caiu inanimado na sequência de lesões “na cabeça, tórax e abdómen”.

Tudo sobre o Mundial2022: jogos, notícias, reportagens, curiosidades, fotos e vídeos

A partida esteve parada por vários minutos, com o atleta a ser retirado em maca já após recuperar os sentidos e fazer sinal com os polegares, dando conta de que estaria bem.

“Gostaria de tranquilizá-los, estou bem. Rezem por mim e parabéns pela vitória", disse Al-Shahrani num vídeo feito na cama do hospital, publicado nas redes sociais.

A Arábia Saudita protagonizou a primeira grande surpresa no Mundial ao vencer a Argentina, que não perdia há 36 jogos, por 2-1, com Saleh Al Shehri, aos 48, e Salem Al Dawsari, aos 53, a selaram a reviravolta após o golo, de penálti, de Lionel Messi, aos 10 minutos.

Os sauditas voltam a jogar sábado, defrontando no Grupo C a Polónia, que na estreia empatou 0-0 como o México.

O SAPO está a acompanhar o Mundial mas não esquece as vidas perdidas no Qatar. Apoiamos a campanha da Amnistia Internacional e do MEO pelos direitos humanos. Junte-se também a esta causa. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.