O Zenit São Petersburgo, de André Villas-Boas, conquistou hoje pela terceira vez na sua história a Taça da Rússia de futebol, após golear na final o CSKA Moscovo, por 4-1, com dois golos do brasileiro Hulk.

Em Kazan, o antigo avançado do FC Porto foi determinante no triunfo do Zenit, com dois golos, aos 34 e 63 minutos, ambos na conversão de grandes penalidades, e fez a assistência para o tento de Kokorin, aos 55. Yusupov fechou a contagem, aos 69.

O defesa internacional português Luís Neto foi titular na formação de Villas-Boas, enquanto Danny falhou a final devido a estar a recuperar de grave lesão.

Do lado do CSKA Moscovo, o nigeriano Olanare fez o único tento da formação da capital, aos 36 minutos, que na altura repôs a igualdade no marcador (1-1), mas tudo ficou mais difícil quando Vasiliy Berezutski viu o cartão vermelho direito, aos 63.

O Zenit São Petersburgo levantou pela terceira vez a Taça de Rússia, repetindo o feito de 1998/99 e 2009/10, enquanto Villas-Boas somou o terceiro título desde que assumiu o comando da equipa. O treinador luso já tinha vencido o campeonato, em 2014/15, e a Supertaça, igualmente no ano passado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.