José Mourinho fez uma viagem ao passado na entrevista à ESPN, onde o treinador português revisitou os momentos vividos enquanto adjunto no Barcelona e os grandes jogadores que teve ao seu lado.

Entre eles o brasileiro Ronaldo, a quem considerou ser o «verdadeiro Ronaldo», no que foi interpretado pela imprensa internacional como uma 'farpa' a Cristiano Ronaldo.

«Fui treinador principal de uma equipa pela primeira vez em 2000 mas antes disso fui adjunto em grandes clubes, com grandes técnicos e grandes jogadores. Com 30 anos, treinava Ronaldo - não este [Cristiano] mas o verdadeiro, o brasileiro -, Rivaldo, Figo, Guardiola. Embora fosse apenas um adjunto, senti que tinha algum potencial e, quatro anos depois de começar a carreira, conquistei uma Liga dos Campeões, com tudo o que veio a partir daí», disse o atual técnico do Chelsea.

Mourinho e Cristiano Ronaldo conviveram juntos durante três anos no Real Madrid, mas o técnico deixou este ano os merengues para regressar ao Chelsea. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.