O Arsenal empatou este domingo 1-1 em casa com o Liverpool e ficou mais longe na luta pelo título inglês de futebol, num encontro com um final dramático e decidido aos 112 minutos.

Num dos principais encontros da 33.ª jornada da Liga inglesa, o Arsenal, apesar de ter tido mais posse de bola, parecia não ter soluções para derrotar o Liverpool, até que, no oitavo minuto de descontos, Jay Spearing fez falta sobre Fabregas na área, com o holandês Robbie Van Persie a marcar a grande penalidade.

Contudo, os oito minutos de descontos dados pelo árbitro prolongaram-se ainda mais quatro minutos, até aos 112, quando Dirk Kuyt, outro holandês, fez o empate também de grande penalidade, a punir uma falta desnecessária de Emmanuel Eboe sobre Lucas.

Os “reds”, com Raul Meireles a titular, tiveram uma tarde infeliz, uma vez que o treinador Kenny Dalglish viu três dos seus jogadores saírem lesionados: Fábio Aurélio, Roy Carrol e Jamie Carragher.

O caso de Carragher parece ser o mais preocupante, uma vez que, depois de um choque com o colega Martin Skrtel, saiu de maca e com um colar cervical, debaixo dos aplausos de todo o estádio.

Com este empate, o Arsenal, que tem um jogo em atraso, ficou a seis pontos do Manchester United, que na terça-feira joga com o Newcastle.

Por seu turno, o Liverpool manteve o sexto posto, com mais dois pontos do que o vizinho Everton e menos quatro do que o Tottenham.

O encontro foi antecedido por um minuto de silêncio pelos 22 anos da tragédia de Hillsborough, na qual 96 pessoas morreram durante a meia-final da Taça de Inglaterra entre o Liverpool, no qual jogava Dalglish, e o Nottingham Forest.

No sábado, o Chelsea tinha consolidado o terceiro lugar da Liga inglesa, depois de derrotar o West Bromwich, por 3-1, quatro dias depois da eliminação na Liga dos Campeões.

Com este triunfo, os “blues” mantiveram o terceiro lugar, a dois pontos do Arsenal e com uma vantagem de cinco pontos sobre o City e oito sobre o Tottenham, que tem menos um jogo disputado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.