Com a derrota em casa do Wolverhampton, o Manchester City ficou a 14 pontos do líder Liverpool, vantagem essa que pode ser ampliada para 17, se o 'reds' vencerem o jogo que têm em atraso na Premier League.

Quando estão disputadas 19 jornadas, muito dificilmente o Manchester City chegará a liderança. Pep já assumiu essa derrota.

"O resultado é o que é. Jogar com dez é difícil, especialmente contra esta equipa. A minha equipa lutou valentemente. Não pudemos evitar os golos. Às vezes é da fadiga, os rapazes estão cansados. Não tenho arrependimentos. A distância para com o Liverpool é grande. Não podemos pensar na corrida ao título, temos de pensar no Leicester", justificou o técnico dos 'citizens'.

Também o português Bernardo Silva não acredita que a o City vá recuperar os pontos perdidos para o Liverpool.

"Não é fácil jogar num dos campos mais difíceis da Premier League com dez jogadores durante 82 minutos. Estivemos bem até cometermos os erros que custaram o empate. Depois, já muito cansados, concedemos a reviravolta. Foi um bom esforço mas é frustrante sair daqui sem pontos. A situação não está famosa para nós, foi uma primeira parte de temporada decepcionante. Ninguém esperava estar tão longe [14 pontos] do Liverpool. Ganhar o título? Não diria impossível, mas muito complicado", assumiu o português, em declarações à imprensa inglesa.

O Wolverhampton bateu, esta sexta-feira, o Manchester City por 3-2, depois de estar em desvantagem de dois golos, com a formação liderada pelo técnico português Nuno Espírito Santo a subir ao quinto lugar da Liga inglesa de futebol. Com os três pontos conquistados, a equipa de Espírito Santo ascendeu ao quinto lugar, com 30 pontos, em 19 jornadas, à frente do Tottenham, de José Mourinho (29 pontos), enquanto o City, que podia ultrapassar o Leicester na segunda posição, segue em terceiro com 38 pontos.

Pior, os 'citizens', campeões em título, deixaram escapar ainda mais o Liverpool, estando já com uma desvantagem de 14 pontos, sendo que os 'reds' têm apenas 18 jogos disputados e contam com 52 pontos, somando 17 vitórias e um empate. O campeão europeu e mundial Liverpool está, assim, muito bem lançado para conquistar um cetro que lhe escapa desde a longínqua temporada de 1989/90.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.