Bruno Fernandes chegou ao Manchester United na segunda metade da temporada 2019/20 e deu continuidade aquilo que antes já tinha demonstrado no Sporting: o espírito de liderança e a capacidade de assumir o papel principal num clube que não passava pela sua melhor fase.

Na altura, o técnico que acolheu o médio português foi Ole Gunnar Solskjaer - um nome sempre muito contestado pelos adeptos - mas que se revelou muito importante na integração do jogador.

"No meu primeiro dia, ele disse-me: 'Só tens de ser tu próprio. Eu sei aquilo que és capaz de fazer com a bola, mas eu também quero que sejas o líder que foste no Sporting'", explicou Bruno Fernandes numa extensa entrevista ao jornal 'The Athletic'.

Bruno Fernandes, que frisou que o Manchester United sempre foi o seu clube de sonho, tornou-se o dono das bolas paradas dos 'Red Devils'. Tudo o que envolvia a marcação de grandes penalidades e livres diretos cabia ao internacional português, algo que já não é bem assim.

Muitos apontam que a perda dessa exclusividade se deveu à chegada de Ronaldo a Old Trafford, algo agora retificado por Bruno Fernandes.

"Não acho que seja por causa do Cristiano, mas sim porque não fiz o meu melhor em alguns momentos para conseguir ter mais golos ou assistências", explicou em alusão a duas grandes penalidades que falhou na temporada passada.

O atual número 8 do emblema de Manchester contou ainda um episódio particular com Ronaldo: "Quando falhei contra o Arsenal em abril, foi ele quem me deu a bola e disse: 'Vais tu e vais marcar'. Eu falhei mas senti que ele confiava em mim para chegar-me à frente e marcar num momento importante".

Já com os dois internacionais portugueses no balneário - ao qual se junta Diogo Dalot - Erik Ten Hag juntou-se à comitiva enquanto treinador principal e Bruno Fernandes explicou o que é que mudou com o técnico neerlandês.

"Trouxe disciplina, que era algo que eu creio que faltava no passado. Todos devem estar na mesma página. Vi-o a dizer numa conferência de imprensa que não devíamos contratar jogadores só para renovar o plantel. Queremos trazer os jogadores certos para aquilo que queremos. Isso é algo que o clube precisa", rematou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.