Nos últimos dias de 2017, Carlos Carvalhal tornou-se o treinador do Swansea. Na altura, o emblema galês já estava a baixo da linha de despromoção e os resultados eram negativos. Carvalhal aceitou o desafio e tentou manter o Swansea na Premier League, mas tal não foi possível.

Agora, alguns meses depois, o técnico português deu uma entrevista ao 'The Football Ramble', onde fala do percurso no Swansea e faz uma revelação.

"Tentámos contratar jogadores em janeiro mas estávamos em último lugar. Ninguém queria ir para lá! Posso dizer que tínhamos tudo acertado com o Atlético Madrid para trazer o Gaitán e o Gameiro, mas eles não quiseram. E não teve nada que ver com dinheiro. Tiveram medo de ter uma descida divisão no currículo, por isso recusaram", revela Carlos Carvalhal.

Nico Gaitán, antigo jogador do Benfica, acabou por rumar ao futebol chinês para vestir a camisola do Dalian Yifang, em fevereiro, enquanto que Kévin Gameiro ficou na liga espanhola, mas mudou-se para o Valência, em agosto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.