O futebolista internacional galês Ched Evans foi hoje considerado inocente do crime de violação por um tribunal de Cardiff, na sequência da repetição de um primeiro julgamento, no qual foi condenado a cinco anos de prisão.

O júri, que esteve reunido durante três horas, pronunciou-se pela absolvição de Evans, depois de o Tribunal de Recurso de Londres ter anulado em abril a condenação inicial de cinco anos de prisão pela violação de uma mulher de 19 anos.

O avançado do Chesterfield, equipa que alinha no terceiro escalão do futebol inglês, de 27 anos, foi libertado em outubro de 2014, depois de ter cumprido metade da pena a que foi condenado, pela violação de uma mulher em maio de 2011, num hotel em Rhyl (norte do País de Gales).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.