O Chelsea regressou às vitórias para a liga inglesa ao vencer o Swansea por 4-1 em jogo da sexta jornada.

Depois da derrota em Old Trafford, a equipa de André Villas-Boas estava proibida de perder pontos na receção ao Swansea.

Com dois portugueses no onze titular, a equipa londrina cedo tomou conta do jogo e logo aos 15' minutos Raul Meireles, num forte remate, mostrou as intenções do Chelsea.

Aos 29' minutos, o Chelsea fez o 1-0 numa jogada construída pela dupla espanhola Mata-Torres. O avançado espanhol fez o 1-0 com o pé direito.

O golo deu confiança o Chelsea e minutos depois Ramires ampliou o resultado para 2-0 (36') a passe de Cole.

O Swansea tentou reagir por intermédio de Dyer mas valeu ao Chelsea Bosingwa, que tirou a bola sobre a linha de golo. A jogar com apenas 10 unidades, devido à expulsão de Torres aos 39' minutos, o Chelsea continuava a criar perigo junto à baliza do Swansea, primeiro por Anelka, num remate à trave aos 60' minutos, e depois por Raul Meireles, aos 68' minutos num remate de longe para defesa de Vorm.

Aos 75' minutos, Ramires surgiu no coração da área e frente a Vorm ampliou para o 3-0. A. Williams ainda reduziu para o Swansea, aos 86' minutos, na sequência de um livre na direita, mas o Chelsea tinha o resultado e o jogo controlados.

Drogba, que entrou aos 79' minutos, ainda aproveitou para deixar a sua marca no jogo no tempo de compensação. O costa-marfinense a carimbou da melhor forma o regresso aos relvados, com uma rotação e remate colocado na área aos 90' + 4 minutos.

Com este resultado, o Chelsea consolidou a terceira posição na liga inglesa com 13 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.