O Chelsea, orientado pelo recente “dragão de ouro”, Villas Boas, resistiu hoje a uma expulsão, um penalti e um prolongamento até se apurar para os quartos de final da Taça da Liga inglesa de futebol, à custa do Everton.

No Goodison Park, Kalou até colocou os “blues” em vantagem, aos 38 minutos, mas uma grande penalidade e consequente expulsão do guarda-redes Turnbull deixou a equipa londrina com menos um homem.

O guardião checo Cech ainda adiou o golo dos anfitriões, ao defender o penalti, mas não conseguiu contrariar Saha, aos 83 minutos, com o avançado gaulês dos “tofees” a obrigar à disputa do tempo extra.

No prolongamento, o holandês Drenthe foi igualmente expulso e, já com igualdade numérica, o Chelsea chegou ao triunfo graças ao golo de Sturridge, aos 116.

Num emocionante embate, o Blackburn Rovers apurou-se também em casa diante do Newcastle United, tendo estado quase 90 minutos em vantagem, com os golos de Rochina (cinco minutos) e Yakubu, de penalti, aos 64.

Contudo, já nos descontos, Guthrye e Cabaye empataram a partida. Aos 99, Pedersen voltou a colocar os anfitriões em vantagem, mas uma grande penalidade de Lovenkrands, aos 105, manteve a expetativa até ao quarto e decisivo tento de Givet, sobre o apito final.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.