O futebolista do Blackburn Rovers, Dudley Campbell, foi autorizado pelo clube inglês a gozar uns dias de folga, depois de ter sido detido no domingo, juntamente com outras cinco pessoas, por alegada viciação de jogos.

«À luz dos acontecimentos desta semana, o clube pode confirmar que foi dado algum tempo a DJ Campbell para estar com sua família e, portanto, não estará envolvido no jogo de sábado com o Millwall, em Ewood Park, para o campeonato [da segunda divisão]. O Blackburn não vai fazer mais nenhum comunicado», explicou o clube numa nota enviada è imprensa.

O avançado do Blackburn Rovers foi detido domingo na sequência da divulgação de um vídeo - gravado secretamente por um jornalista do "The Sun on Sunday" - em que o ex-jogador do Portsmouth Sam Sodje admitia ter atingido um jogador no decorrer de um jogo para ver um cartão amarelo e assim receber 70.000 libras (83.300 euros).

A Agência Nacional contra o Crime (NCA) informou que recebeu a informação do "The Sun on Sunday" e que estava a trabalhar com a federação inglesa de futebol, embora não tenha revelado os nomes dos detidos.

Segundo o "The Sun on Sunday", Sodje disse que poderia viciar jogos da Premier League inglesa e que estaria disposto a fazer o mesmo no Mundial de futebol do Brasil, em 2014.

Na segunda-feira, Dudley Campbell, companheiro de equipa dos portugueses Paulo Jorge e Fábio Nunes, foilibertado sob o pagamento de uma fiança, até abril.

No plano desportivo, o Blackburn encontra-se no 13º lugar da 2ª divisão inglesa com 24 pontos e a 15 do duo de líderes, Queens Park Rangers e Burnley.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.