O avançado sul-coreano Son Heung-min vai aproveitar a paragem das competições no futebol inglês por causa da pandemia da covid-19 para cumprir o serviço militar obrigatório, anunciou hoje o seu clube, o Tottenham.

Son já tinha autorização do estado sul-coreano para não cumprir o serviço militar completo, que lhe foi concedida após a conquista da medalha de ouro dos Jogos Asiáticos de 2018, mas terá de realizar uma parte desse serviço que durará quatro semanas desse serviço, durante a paragem da ‘Premier League'.

"O Tottenham confirma que Son Heung-min iniciará o serviço militar obrigatório na Coreia do Sul durante este mês. O jogador chegou ao seu país em finais de março e está atualmente de quarentena. A nossa equipa médica tem estado em contacto permanente com ele, enquanto recupera de uma fratura no braço", informou o clube treinado por José Mourinho, através de um comunicado publicado no seu ‘site', no qual acrescenta que Son regressará a Londres durante o mês de maio assim que terminar o serviço militar.

Não há uma data definida para o regresso do futebol em Inglaterra, depois de a ‘Premier League' ter anunciado a semana passada a decisão de suspender por tempo indeterminado, quando antes tinha apontado a data de 30 de abril como a do regresso da competição.

"A temporada 2019/20 só retornará quando for seguro e apropriado fazê-lo", anunciou o organismo que gere a principal competição do futebol inglês.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.