O jogador belga Kevin de Bruyne continua sem perceber o porquê de ter sido dispensado por José Mourinho, em 2014, do Chelsea.

“Continuo sem perceber por que razão Mourinho me deixou sair. Nunca falei com ele sobre isso. Comecei a jogar e de repente tudo mudou. Passados quatro meses pedi-lhe para sair. Não queria ficar num clube onde nem sequer era utilizado durante dez minutos. Ele disse que saí devido à minha atitude nos treinos? É uma desculpa como outra qualquer”, disse o médio de 23 anos, em declarações ao Daily Star.

“Ninguém poderá dizer que não me empenhava nos treinos. Julgo que nem na seleção belga nem na Bundesliga têm razões de queixa. As coisas são como são, não estou zangado. Quando fui transferido para o Wolfsburgo o Chelsea recebeu por isso e todos ficámos felizes”, sublinhou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.