O internacional inglês Gary Cahill foi nomeado capitão do Chelsea para a época 2017/18, substituindo o ‘eterno’ John Terry, enquanto o espanhol Cesar Azpilicueta será o ‘vice’ dos campeões ingleses de futebol.

“É, sem duvida, um momento de orgulho na minha carreira. Já tive vários bons momentos, sendo que este é certamente dos melhores. Ser capitão de um clube tão grande como o Chelsea é uma fantástica conquista pessoal”, disse o defesa de 31 anos.

Depois da saída de Terry, de 36 anos, para o Aston Villa, da segunda divisão, o treinador Antonio Conte voltou a eleger um defesa para a missão, numa decisão que deixou Cahill “muito emocionado”.

“Fiquei encantado, orgulhoso, entusiasmado e ansioso. Tive a sorte de carregar a braçadeira bastante tempo na época passada, mas obviamente John Terry ainda era capitão do clube e uma grande referência. Ganhei muita experiência e espero poder continuar na mesma linha esta temporada”, congratulou-se.

Cahill elogiou ainda Azpilicueta – “é um jogador de topo, com uma personalidade muito forte” – considerando que o seu companheiro “tem todas as características que se esperam de um líder”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.