O internacional português Cristiano Ronaldo regressou esta terça-feira aos treinos no Manchester United, acompanhado pelos seus guarda-costas.

O regresso do craque luso acontece depois de este ter falhado o dérbi do último domingo entre o Manchester United e o rival Manchester City, que terminou com a derrota dos red devils, por 4-1.

O treinador do Manchester United, Ralf Rangnick, justificou a ausência de Cristiano Ronaldo com uma lesão na anca, mas não convenceu toda a gente. "O médico veio ter comigo na sexta-feira de manhã, antes do treino, e disse-me que Cristiano Ronaldo não podia treinar por causa de alguns problemas nos músculos da anca", explico o técnico.

No entanto, os rumores de que algo não estaria bem adensaram-se ainda mais perante o facto de Ronaldo não ter integrado a comitiva dos 'red devils' (algo que normalmente aconteceria, mesmo estando lesionado) porque preferiu seguir de imediato viagem para Portugal antes do encontro.

Esta decisão terá causado estranheza nos jogadores do Manchester United, que se sentiram abandonados por aquele que é um dos líderes da equipa, antes de um jogo tão importante.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.