Diogo Jota estreou-se hoje na 'Premier League' pelo Liverpool, marcando o terceiro golo do campeão inglês, na reviravolta 3-1 sobre o Arsenal, na terceira jornada da liga inglesa de futebol.

O avançado luso contratado ao Wolverhampton, e que tinha jogado pelos ‘reds’ na terceira eliminatória da Taça da Liga frente ao Lincoln (7-2), entrou aos 80 minutos e, aos 88, aparou um alívio de David Luiz, controlou a bola sem a deixar cair e rematou para o golo que encerrou definitivamente as contas do jogo.

Antes do tento, aos 83, sozinho, atirou ao lado com tudo para marcar, um pouco antes de Salah (86) o atrapalhar num remate que poderia ter sentenciado a partida um pouco mais cedo.

O Arsenal, que vinha de dois triunfos, até se adiantou aos 25 minutos, na sequência de falha dupla, a primeira do defesa Robertson que aliviou a bola em direção à sua baliza, colocando em jogo o francês Lacazette, que acertou mal no ‘brinde’ do escocês, mas viu a bola enrolar e a passar por cima do brasileiro Alisson.

O senegalês Sadio Mané igualou passados três minutos, limitando-se a recarregar defesa incompleta de Leno.

O lateral-esquerdo Robertson redimiu-se aos 34, quando surgiu solto nas costas da defesa – falhou o corte in-extremis – e controlou a bola de forma a atirá-la para fora do alcance do guarda-redes.

Lacazette podia ter operado nova reviravolta no marcador em duas vezes que surgiu isolado. Aos 59, tentou picar a bola e colocou-a nas mãos de Alison e, aos 63, permitiu a defesa do guarda-redes brasileiro.

A entrada de Diogo Jota, que no fim mereceu um abraço e um sorriso do treinador Jurgen Klopp, espevitou o campeão, que não voltou a sofrer calafrios na fase decisiva.

O Liverpool reparte o comando com Leicester e Everton, todos com o pleno de nove pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.