Bruno Lage acaba de ser demitido do comando técnico do Wolverhampton. O técnico português não resistiu à derrota da equipa, no sábado, diante do West Ham em Londres, que atirou a equipa para a zona de despromoção.

Nos Wolves, Lage obteve um total de 19 triunfos, em 51 encontros oficiais.

“Os Wolves separaram-se do técnico Bruno Lage, que estava no comando do Molineux desde junho de 2021, levando os Wolves ao 10º lugar na sua primeira temporada na Premier League. Durante essa campanha, Lage foi premiado como treinador do mês da Premier League em janeiro”, pode ler-se no comunicado divulgado pelo clube no seu sítio oficial na Internet.

O Wolverhampton adianta ainda que os treinadores Steve Davis e James Collins vão assumir o leme da equipa principal, que na nona jornada do campeonato visita o reduto do Chelsea.

Por sua vez, o presidente do clube, Jeff Shi, teceu vários elogios ao português e lamentou que os resultados ditem a saída.

“É um excelente treinador. É trabalhador, dedicado, um homem caloroso, sábio e honesto. Foi um prazer trabalhar com ele e sua equipa durante este tempo, por isso foi com muita tristeza que tivemos de tomar uma decisão difícil. Sinceramente, não tenho dúvidas sobre as suas capacidades e tenho a certeza de que terá sucesso em outros lugares. No entanto, perante as exibições da equipa nos últimos meses, não tivemos outra escolha a não ser agir”, explicou.

Com apenas seis pontos, fruto de uma vitória, três empates e quatro derrotas, em oito rondas da atual edição Premier League, Bruno Lage acabou por não resistir, com a derrota em Londres, na casa do West Ham (2-0), no sábado, a revelar-se a ‘gota de água’ para os responsáveis do emblema dos arredores de Birmingham.

A equipa mais portuguesa da Liga Inglesa apenas ganhou apenas dois de nove jogos oficiais esta época e, no campeonato, é 17.º, em zona de despromoção, com seis pontos em oito partidas.

Na época 2021/22, Bruno Lage guiou o Wolverhampton ao 10.º do campeonato inglês, numa campanha que marcou o regresso ao ativo após ter deixado o Benfica. Mas esta época, as coisas não estavam a correr bem. Juntando os jogos da época passada com os deste ano na Premier League, o  Wolves só venceu dois dos últimos 15 jogos.

Bruno Lage sucedeu ao também português Nuno Espírito Santo no comando técnico do Wolverhampton a 08 de junho de 2021. O anúncio marcava também o regresso do técnico ao Reino Unido, onde foi adjunto de Carlos Carvalhal no Sheffield Wednesday e no Swansea.

Depois de mais de uma temporada sem treinar, após ter deixado o Benfica na fase final da temporada 2019/20, Bruno Lage, de 46 anos, foi a escolha dos dirigentes do Wolverhampton para dar seguimento ao projeto da equipa mais portuguesa de Inglaterra.

No Wolverhampton jogam os portugueses José Sá, Nélson Semedo, Rúben Neves, João Moutinho, Pedro Neto, Daniel Podence, Matheus Nunes, Gonçalo Guedes, Toti Gomes e Chiquinho.

Bruno Lage teve no Benfica a sua primeira experiência como treinador principal no primeiro escalão, levando as 'águias' à conquista da I Liga portuguesa em 2018/19 e da Supertaça Cândido de Oliveira em 2019, mas acabou por sair do clube lisboeta na fase final da época 19/20.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.