Ederson Moraes é o um dos melhores guarda-redes da atualidade, joga numa das melhores ligas do mundo, mas uma dispensa quando tinha 15 anos de idade podia ter mudado esta situação.

O agora guardião do Manchester City foi dispensado da academia do São Paulo por os responsáveis do emblema brasileiro entenderem que Ederson não tinha qualidade. O então adolescente entrou numa depressão profunda que o levou a ponderar deixar o futebol.

"Fiquei deprimido durante um mês e sem entender porque não teria valor... Foi uma situação muito difícil. Tinha 15 anos e foi um momento complicado. Pensei em desistir, mas felizmente os meus pais apoiaram-me sempre e encorajaram-me a voltar a jogar",  explicou Ederson em entrevista ao jornal inglês Express.

Agora, em Inglaterra, Eerson assume que o maior sonho é conquistar a Liga dos Campeões pelo Manchester City e refere que Rogério Ceni, antigo guarda-redes do São Paulo, é a sua fonte de inspiração.

"A paixão que tenho pela baliza fez-me seguir sempre a carreira do Rogério Ceni e ainda hoje vejo vídeos dele no YouTube em busca de inspiração", finalizou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.