A equipa visitante entrou a todo o “gás” e rapidamente chegou ao 2-0, com golos de Cahill (quatro minutos) e Baines (19), resistindo à tentativa de recuperação do Manchester City, que se limitou a reduzir com um golo na própria baliza de Jagielka (72).

Os “citizens” falharam a oportunidade de ultrapassar o rival e campeão Manchester United, que tem menos dois jogos realizados, mas mantém-se no topo da classificação, com dois pontos de vantagem sobre o Arsenal e o City.

Nem o regresso do avançado argentino Carlos Tevez foi suficiente para lançar o Manchester City para o comando da prova, num encontro em que jogou a última meia hora em superioridade numérica, devido à expulsão de Anichebe, aos 60 minutos.

A equipa de Manchester, que não passa o Natal na liderança do campeonato inglês desde 1929, também terminou o jogo reduzida a 10 jogadores, na sequência da expulsão de Touré, aos 90 minutos.

A 18.ª jornada da competição foi perturbada pelos nevões que afectaram o país: sete das 10 partidas previstas tiveram que ser adiadas, entre as quais o embate entre o Manchester United e o Chelsea.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.