O presidente do Everton, Bill Kenwright, afirmou esta quinta-feira que o novo treinador da equipa inglesa, Roberto Martinez, não estará obrigado a vender jogadores, apesar de admitir que será difícil manter o futebolista Marouane Fellaini.

«Ele [Roberto Martínez] falou em algumas contratações e perguntou se teria de vender, mas eu disse que não, apesar de haver um nome que todos sabem», afirmou Kenwright, sobre as conversas com o técnico espanhol, proveniente do Wigan.

O médio internacional belga Fellaini, que tem uma cláusula de rescisão superior a 28 milhões de euros, é apontado pela imprensa inglesa como possível reforço do Manchester United, podendo acompanhar o anterior técnico dos "toffees", David Moyes, sucessor de Alex Ferguson.

O Chelsea, agora orientado pelo português José Mourinho, é outro destino listado na comunicação social para Fellaini.

Kenwright admitiu estar «desesperado» por novo investimento no clube de Liverpool e prometeu dar «todo o apoio financeiro» possível a Roberto Martinez, com uma verba disponível para usar no mercado de transferências.

O Everton terminou a liga inglesa na sexta posição, dois pontos à frente do rival Liverpool e a nove pontos do Tottenham, orientado pelo português André Villas-Boas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.