Um grande golo de Demaray Gray, aos 90+2 minutos, permitiu hoje ao Everton consumar a reviravolta sobre o Arsenal (2-1) e regressar às vitórias na Liga inglesa de futebol dois meses depois, no fecho da 15.ª jornada.

Os ‘toffees’ estiveram a perder desde os 45+2 minutos, quando o norueguês Martin Odegaard inaugurou o marcador para os visitantes, poucos instantes após o brasileiro Richarlison ter visto ser-lhe anulado um golo, por fora de jogo.

O mesmo Richarlison voltou a ‘faturar’ no segundo tempo, só que, mais uma vez, o videoárbitro (VAR) chamou à atenção para a posição irregular do avançado dos ‘toffees’, por meros centímetros.

Contudo, à terceira foi mesmo de vez e o internacional ‘canarinho’ empatou a partida, aos 79 minutos, numa altura em que os portugueses André Gomes, do Everton, e Nuno Tavares, do Arsenal, já estavam em campo.

Quando parecia que a 15.ª ronda da 'Premier League' iria encerrar com uma igualdade, Demaray Gray, que já tinha estado envolvido no lance do primeiro golo, operou a reviravolta aos 90+2 minutos, num pontapé portentoso de fora da área, dando ao Everton a primeira vitória na prova desde 25 de setembro.

Ainda assim, a formação comandada por Rafa Benítez continua na segunda metade da tabela, em 12.º lugar, com 18 pontos, enquanto o Arsenal averbou o segundo desaire seguido e é sétimo colocado, com 23.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.