A Federação Inglesa de Futebol (FA) anunciou hoje que não vai tomar qualquer ação formal contra Manchester United e Manchester City, após os alegados distúrbios na zona de acesso aos balneários, em Old Trafford, após o dérbi.

“Na sequência de uma revisão dos vários elementos fornecidos pelos clubes e por testemunhas independentes, a FA decidiu não tomar qualquer ação formal”, lê-se num comunicado publicado pelo organismo que rege o futebol inglês.

No final do dérbi de Manchester, que terminou com a vitória do City, por 2-1, em 10 de dezembro, em jogo a contar para o campeonato, elementos dos dois clubes alegadamente envolveram-se em agressões junto à entrada do balneário dos ‘citizens’.

Na altura, uma testemunha disse que 15 pessoas estiveram envolvidas no incidente e que o espanhol Mikel Arteta, técnico adjunto do Manchester City, sofreu um corte na testa.

Tudo terá começado ainda no relvado de Old Trafford, durante os festejos da equipa de Pep Guardiola, com José Mourinho a queixar-se junto do staff do Manchester City, indicando que tinha sido atingido por garrafas de plástico.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.