O presidente executivo da FA, Martin Glenn, comunicou que a entidade vai recorrer do castigo, tendo já solicitado, por escrito, o acesso aos motivos que sustentaram a decisão da FIFA.

Também uma porta-voz oficial da primeira-ministra inglesa, Theresa May, considerou que a FIFA parece “não ter reconhecido” o sentimento que há no uso das papoilas, argumentando que estas não são um símbolo político, antes “reconhecem o papel desempenhado pelos valentes soldados e mulheres” que participaram na I Guerra Mundial.

“Cremos que os futebolistas e os adeptos devem poder demonstrar claramente o seu apoio a tudo aquilo que fazem as nossas Forças Armadas”, acrescentou a porta-voz, citada pela agência Efe.

A FIFA multou hoje a FA em 45.000 francos suíços (cerca de 42.000 euros), por usar papoilas de tributo aos mortos na I Guerra Mundial durante o jogo com a Escócia, a 11 de novembro.

O organismo anunciou que impôs sanções à Inglaterra devido a vários incidentes no jogo de qualificação para o Mundial2018 com os escoceses, entre os quais a exibição de símbolos de conteúdo político e a conduta antidesportiva dos adeptos.

Já a Escócia, como equipa visitante, foi condenada a pagar uma multa de 20.000 francos suíços (18.000 euros) por exibir também a papoila nas camisolas dos seus jogadores e por mau comportamento dos espetadores.

A FIFA também impôs às seleções de País de Gales e Irlanda do Norte multas de 20.000 e 15.000 francos suíços (14.000 euros), respetivamente, depois de colocarem coroas de flores e mosaicos em forma papoila nos encontros com a Sérvia (1-1) e Azerbaijão (4-0), a 12 de novembro.

A entidade que tutela o futebol mundial garantiu que não questiona “comemorações específicas” e que “respeita o significado” para os países, mas lembrou que tem que aplicar sanções devido ao uso de símbolos políticos ou religiosos.

No Reino Unido, há a tradição de se usar uma papoila vermelha, na lapela, em homenagem aos soldados mortos e feridos durante a I Guerra Mundial.

A flor é usada desde o final de outubro até 11 de novembro, dia da assinatura do Armistício de Compiègne, que encerrou as hostilidades, em 1918.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.