Wayne Rooney está mesmo de saída do Manchester United. A confirmação foi dada pelo próprio Alex Ferguson, hoje, em conferência de imprensa realizada em Old Trafford.

"Tive uma reunião com ele e ele reiterou que quer sair do Manchester", afirmou 'Sir Alex', numa conferência que era para ser de antevisão do jogo com o Bursaspor, referente à terceira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, mas que foi dominada pelo tema da saída de Rooney. "Fiquei chocado e desapontado", confessou o treinador dos red devils.

Nos últimos dias os rumores sobre a vontade de Rooney em  abandonar  o clube tornaram-se cada vez mais fortes, com constantes alusões a problemas pessoais do jogador, divergências com Alex Ferguson e insatisfação face às reticências da direcção em aumentar o salário, num momento em que o colosso inglês se debate com uma enorme dívida (800 milhões de euros).

"Ficámos muito desapontados ao saber [no início de época] que ele queria sair. Não compreendemos. Sempre fizemos tudo para o ajudar desde que ele chegou ao clube e por isso é um mistério para nós. Não percebemos por que é  que ele quer deixar um clube tão bem sucedido como o Manchester United", disse 'Sir Alex' sem esconder a sua tristeza.

O Manchester City e o Chelsea já assumiram publicamente o seu interesse, mas Real Madrid e Barcelona estão igualmente atentos a qualquer movimentação para um possível negócio.  

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.