Ricardo Carvalho está longe de corresponder ao estereótipo de defesa duro, mas salienta que gosta de jogar de forma mais viril. 

"O meu corpo não é como o dos centrais ingleses, mas gosto de jogar com dureza, de fazer desarmes e carrinhos malucos. É o meu estilo e não posso mudá-lo. Ou jogo assim ou não jogo", afirmou o defesa português, que cumpre a sua sexta época em Londres pelos 'blues'. 

"Também não consigo evitar a tentação de subir no terreno e, por vezes, já é tarde para saber se Carlo Ancelotti vai gostar ou não", acrescentou Ricardo Carvalho na análise às suas características.

O central português passou ainda em revista algumas das memórias dos primeiros anos com José Mourinho no Chelsea. "O primeiro ano foi difícil porque queria ter a bola, queria jogar, mas o ritmo de jogo era inacreditável. Falava muito com Mourinho, sobretudo de coisas da vida", recordou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.