O Manchester City podia ter saído de Anfield Road com a vitória, três pontos e a liderança isolada da Premier League. Mas, a cinco minutos do final do encontro, o argentino Mahrez falhou uma grande penalidade, atirando por cima. Um penálti que devia ter sido marcado por Gabriel Jesus.

Na ordem dos batedores de grandes penalidades, o avançado brasileiro devia ser o escolhido para marcar mas Guardiola mandou Mahrez bater. Algo que não caiu bem em Gabriel Jesus.

Liverpool - Manchester City: Mahrez falha grande penalidade
Liverpool - Manchester City: Mahrez falha grande penalidade

"Não fiquei nada contente, eu, tal como o Mahrez, temos vindo a treinar bem este tipo de lances e queria ser eu a bater. O Mahrez perguntou-me se eu marcava, eu disse que sim, mas de imediato veio a ordem do Guardiola de que seria ele. O importante é que não perdemos e seguimos líderes. O treinador já falou comigo, às vezes estas coisas acontecem, bola para a frente", disse, no final do encontro.

Na conferência de imprensa, Pep Guardiola pediu desculpas a Gabriel Jesus pela troca.

"Tive a coragem de o mandar marcar. Nos treinos tinha marcado penáltis de forma perfeita. As vezes acontece", começou por justificar.

"O marcador de penáltis é o Aguero mas já não estava em campo. Mahrez queria marcar forte, para o meio da baliza mas a bola saiu por cima. Acontece. Gabriel Jesus queria marcar o penálti, peço-lhe desculpas. Foi uma decisão minha [a ordem para Mahrez bater o penálti]", explicou.

Depois do nulo entre City e 'Reds', a Liga Inglesa é liderada por Manchester City, que tem os mesmos 20 pontos do Chelsea e Liverpool. Arsenal e Tottenham aparecem a seguir com 18 cada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.