Pep Guardiola, treinador do Manchester City, abordou o momento da sua equipa na Liga inglesa. Os 'citizens' voltaram às vitórias diante do Watford, depois de derrotas com Chelsea e Leicester, e estão a sete pontos do líder Chelsea.

"Sou muito pragmático. Tenho que conhecer melhor os meus jogadores. Tento tornar a equipa melhor mas preciso de mais tempo. Estou aqui para aprender e tentar adaptar-me à qualidade dos meus jogadores", disse o técnico em conferência de imprensa.

O Manchester City recebe no domingo o Arsenal de Arsène Wenger, treinador que merece elogios por parte de Guardiola. "Gosta da ideia de futebol que ele tem e de como procura colocar a sua equipa a jogar", analisou o técnico, declarando que tem "muito respeito e admiração" pela carreira do francês.

O técnico espanhol falou também sobre a lesão grave de Gundogan: "Estou muito triste por ele, estamos todos muito tristes. Esperamos que regresse o mais rápido possível. São situações que acontecem e vamos sentir muito a sua falta, mas agora só podemos dar-lhe apoio e desejar que recupere rapidamente".

Guardiola abordou ainda a questão do vídeo-árbitro, que está a ser utilizado no Mundial de clubes, no Japão.

"Caso se atualize e seja rápido, com um quarto árbitro que diga se é penálti ou não em três segundos, será perfeito. Se for mais demorado e parar muito o jogo, não serve para nada", defendeu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.