O Chelsea deseja voltar a contar com Guus Hiddink para o cargo de treinador, mas o holandês nega que já exista um acordo para suceder a Carlo Ancelotti.

«Quero deixar claro que não houve contactos entre mim e o clube nas últimas semanas», afirmou o actual seleccionador da Turquia ao jornal De Telegraaf.

 O experiente treinador já comandou os blues em 2009 durante alguns meses, após a saída de Luiz Felipe Scolari, conseguindo guiar a equipa à conquista da Taça de Inglaterra.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.