Um homem recebeu hoje uma pena de prisão de 16 semanas por proferir insultos racistas ao extremo Raheem Sterling, jogador de futebol do Manchester City, fora do campo de treinos do clube.

O condenado, Karl Anderson, de 29 anos, declarou-se hoje culpado no tribunal de Manchester, depois de ter gritado um insulto racista, quando Sterling chegou a centro de treinos do clube, sábado, dia do jogo para o campeonato com o Tottenham.

A equipa de Guardiola acabou por vencer os ‘spurs’ por 4-1 no Etihad Stadium, com um ‘bis’ de Sterling.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.