O jornal inglês 'Times' revela este sábado um escândalo de espionagem que envolve Liverpool e Manchester City e tudo por causa do sistema de scouting do emblema orientado por Pep Guardiola.

De acordo com a mesma fonte, o emblema de Anfield espiou o software dos observadores dos citizens durante os meses entre junho de 2012 e fevereiro de 2013.

A mesma publicação revela que tudo aconteceu quando o emblema de Anfield demonstrou um súbito interesse em Paolo Fernandes, juvenil do Zaragoza que era seguido pela equipa de Pep Guardiola há muito tempo.

O Times escreve ainda que três ex-funcionários do Manchester City que foram para o Liverpool, nomeadamente Michael Edwards, atual diretor desportivo dos reds, admitiram que terão entrado na base de dados 'Scout7' centenas de vezes.

Os citizens tiveram de contratar uma equipa de informáticos para descobrir quem andava a vasculhar o sistema que o clube tem para analisar rivais e futebolistas que possam eventualmente ser contratados, motivando uma queixa-crime que agora terminou em multa.

O Liverpool terá agora de pagar uma indemnização no valor de 1 milhão de libras (cerca de 1,13 milhões de euros) por causa deste episódio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.