O Liverpool operou, esta segunda-feira, uma reviravolta sobre o West Ham (3-2) e evitou a primeira derrota na Liga inglesa de futebol, repondo a vantagem de 22 pontos para o Manchester City, no jogo que fechou a 27.ª jornada.

Em Anfield Road, os ‘reds’ adiantaram-se no marcador logo aos nove minutos, por intermédio do médio internacional holandês Georginio Wijnaldum, só que os londrinos deram a volta, através de Issa Diop, aos 12, e Pablo Fornals, aos 54.

Poucos dias depois de ter perdido com o Atlético de Madrid (1-0), na primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, o Liverpool ‘tremeu’ perante os seus adeptos, mas conseguiu recuperar da desvantagem e chegou ao triunfo com golos dos ‘inevitáveis’ Mohamed Salah, aos 68 minutos, e Sadio Mané, aos 81.

A formação comandada por Jürgen Klopp continua imparável rumo à conquista de um título que lhe foge há três décadas.

Ao somar 18 vitórias seguidas, igualou o recorde que estava na posse do Manchester City de 2017/18, alcançado entre agosto e dezembro de 2017. Este foi o 21.º triunfo seguido em casa para a Premier League, números que igualam o recorde do clube, na posse do Liverpool de 1972, orientado por Bill Shankly, entre janeiro e dezembro do mesmo ano.

Nesta altura a equipa de Klopp soma 79 pontos, os mesmos que o Manchester United conseguiu no final da época de 1998/99 quando se sagrou campeão.

São 26 vitórias em 27 jogos (um empate, zero derrotas), o mesmo número de vitórias que o Super Arsenal de Wenger conseguiu na época 2003&2004, quando terminou a Premier League sem qualquer derrota.

O Liverpool, que se mantém invicto na ‘Premier League’, lidera o campeonato com 79 pontos, mais 22 do que o Manchester City, que é o segundo colocado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.