O Liverpool foi hoje derrotado em Anfield Road pelo Brighton (1-0), num encontro da 22.ª jornada da Liga inglesa de futebol, e ficou mais longe dos lugares cimeiros, entregando o terceiro lugar ao Leicester.

O campeão britânico, treinado por Jurgen Klopp, parecia estar de regresso às boas exibições, mas voltou a fracassar, perante um adversário que luta pela manutenção e que fez o único golo na partida através do colombiano Steven Alzate, quando decorria o minuto 56.

O desaire acabou por custar o último lugar do pódio aos ‘reds’, agora no quarto posto, com 40, menos dois do que o terceiro classificado Leicester, a quatro do segundo colocado Manchester United e a sete do líder Manchester City (menos um encontro). Os ‘seagulls’, com 24, respiram num 15.º lugar da tabela.

A dar sequência aos bons resultados continua o West Ham, fruto da 11.ª vitória na 'Premier League', em casa do Aston Villa (3-1). O checo Tomas Soucek (51) e o reforço de 'inverno' Jesse Lingard (56 e 84) garantiram a vitória no Villa Park, em Birmingham, possibilitando aos 'hummers’ seguirem com 38 pontos, no quinto lugar europeu, ao contrário dos anfitriões, que reduziram por Watkins (81), e estão em nono, com 32 e menos um jogo.

Fora da zona europeia está o Everton, apesar de ter vencido na deslocação a Leeds (2-1), que até vinha de dois triunfos, mas hoje não fez melhor do que reduzir pelo ex-sportinguista Raphinha (48), em resposta aos remates certeiros de Sigurdsson (09) e de Carvert Lewin (41), ainda no primeiro tempo, com o ‘toffee’ André Gomes em bom plano no ‘onze’ titular.

Os ‘whites’, que hoje tiveram o suplente utilizado Hélder Costa, prosseguem na 11.ª posição, com 29, enquanto o emblema de Liverpool é sexto, com 36.

Horas antes, o Manchester City voltou a vencer, desta vez no campo do Burnley (2-0), face aos golos do brasileiro Gabriel Jesus (03), na recarga a um remate de Bernardo Silva, e Raheem Sterling (38).

O conjunto orientado pelo espanhol Pep Guardiola apresentou-se, mais uma vez, muito sólido na defesa, que contou com os portugueses João Cancelo e Rúben Dias entre os titulares, e somou o nono encontro consecutivo para as todas a competições sem sofrer golos. Relativamente a triunfos seguidos oficiais, alcançou o 13.º e igualou o registo do Arsenal, obtido em 2002.

Em Londres, com o luso Ivan Cavaleiro em campo na segunda parte, o Fulham manteve-se longe dos bons resultados, diante do Leicester, que teve Ricardo Pereira no ‘onze’ e venceu pelo mesmo resultado, com golos de Iheanacho (17) e James Justin (44), ambos assistidos pelo médio James Maddison.

Os ‘foxes’ estão em terceiro lugar, com 42, enquanto o emblema de Craven Cottage não sabe o que é vencer na Liga há 11 partidas, e permanece na antepenúltima e 18.ª posição, com 14.

*artigo atualizado às 22h36 com mais informações

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.