A imprensa inglesa tornou público esta semana o "escândalo barbecue", que envolve um observador dos juniores do Manchester City. Segundo o jornal The Sun, o emblema de Manchester foi obrigado a abrir uma investigação ao caso, que tem como protagonista Dean Ramsdale.

De acordo com o artigo, o Manchester City está a investigar se o observador utilizou mesmo afirmações racistas para se referir aos seus atletas negros. O olheiro referia-se aos jovens como "BBQ (barbecue)", sigla que se traduzia em "Big, Black and Quick (Grande, Negro e Rápido)".

A situação remonta ao mês de junho e o clube já confirmou o escândalo, garantindo também que está a tratar do mesmo internamente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.