Manchester City pediu ao Tribunal de Arbitragem do Desporto que seja rejeitado o pedido apresentado pela UEFA no sentido do campeão inglês de futebol ser afastado da Liga dos Campeões por alegada violação do 'fair play' financeiro.

A notícia é avançada pela Associated Press, que cita fontes ligadas ao processo e que falaram na condição de anonimato, já que os pormenores da investigação ainda são confidenciais.

O City recusou-se a comentar a situação, mas ainda assim disse à AP que o "envio da investigação para o TAD ignora um grande conjunto de provas irrefutáveis fornecidas pelo Manchester City".

A investigação iniciou-se após o jornal alemão Der Spiegel ter publicado uma série de troca de comunicação interna e documentos do clube, segundo os quais o City estaria a enganar a UEFA há varios anos, apresentando contas sobrevalorizadas para esconder as perdas e cumprir com os regulamentos que limitam gastos com transferências e salários.

O caso acabou por ser enviado ao juiz-chefe da UEFA, o português Cunha Rodrigues, que também faz parte do Tribunal Europeu de Justiça no Luxemburgo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.