Parec que afinal o campeão inglês também sabe fazer golos sem Ronaldo. Muitas foram as vozes que se levantaram depois da derrota da última jornada, frente ao Burnley, para dizer que os red devils teriam de passar um mau bocado até se adaptar á ausência de Cristiano Ronaldo.

Na antevisão à partida desta tarde, Ferguson garantiu que acreditava nos seus jogadores e que era a equipa o mais importante e não um ou outro jogador.

O resultado está à vista: a jogar fora, o United cilindrou o Wigan por 5-0 com golos de Rooney, aos 55' e 64', Berbatov, aos 57', Owen, aos 84', e o português Nani, aos 90'. 

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.