Recorde-se que o bilionário árabe Sulaiman Al-Fahim, dono da equipa inglesa, também já teria desmentido o interesse no técnico.

“Há um árabe que me quer na Premier League. Os jornais dizem que Maradona ia abandonar a selecção. Mas no meu sangue correr sangue celeste e branco. De modo nenhum abandonaria o barco. Mais: assinei um contrato e assumi ficar até à Copa América 2011”, adiantou o treinador, citado pelo diário “Olé”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.