Mourinho só escolhe os grandes desafios. Quem o diz é o próprio, que afirma só escolher equipas difíceis de orientar.

Numa entrevista cedida ao semanário Expresso, José Mourinho diz que só escolhe equipas que dão grandes problemas, como o Inter de Milão, o Real Madrid ou o Manchester United.

O técnico refere mesmo que estas três equipas são "conjuntos que querem ganhar, mas estão a milhares de quilómetros de distância de o conseguir".

Mourinho dá mesmo o exemplo de Sergio Ramos para revelar esta mesma realidade. "O capitão do Real Madrid, que levantou a Taça [da Liga dos Campeões] no outro dia e que agora é tricampeão europeu, quando cheguei ao Real Madrid, em 2010, nunca tinha jogado os quartos de final".

Quanto aos jogadores do Manchester United, Mourinho diz que "não sabem o que é ganhar", a não ser que sejam aqueles jogadores "velhos" da era Ferguson.

O treinador português refere mesmo que não é possível ensinar futebol, visto que "o que se ensina é a pensar".

"O mais importante são as ideias, depois há formas diferentes de pensar", explica Mourinho.

Na mesma entrevista, o novo campeão da Liga Europa afirma que ele, tal como Guardiola pelos espanhóis ou Sacchi com os italianos, também ele serviu para criar uma imagem positiva dos treinadores que saem de Portugal.

No entanto, Mourinho deixa a ressalva que o sucesso dos treinadores portugueses se deve ao bom trabalho que cada um deles realiza com as suas respectivas equipas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.