José Mourinho entrou com o pé esquerdo na edição 2015/2016 da Premier League.

Os campeões de Inglaterra empataram a duas bolas com o o Swansea em casa. O técnico português não gostou do empate e descarregou a fúria em ... Eva Carneiro, fisioterapeuta do clube. Tudo por causa de Hazard, jogador que caiu lesionado e teve de sair do relvado nos descontos, quando a equipa jogava com menos um.

"Não fiquei satisfeito com o meu staff médico porque quando tu és médico ou delegado no banco de suplentes, tens de entender o jogo. Quando entras no retângulo de jogo para assistir um jogador, tens de ter a certeza que o jogador tem um problema sério. Tenho a certeza que o Eden [Hazard] não tem um problema sério. Levou uma pancada e estava muito cansado. Deixaram-me com oito homens para um contra-ataque depois de uma bola parada. Fiquei preocupado porque não tínhamos jogadores suficientes", explicou o técnico.

O Chelsea empatou 2-2 com o Swansea, com Oscar e Fernández (autogolo) a marcaram para os "blues" e Ayew e Gomis a fazerem os golos do Swansea. Os "blues" jogaram mais de meia hora com menos um, devido a expulsão de Courtois que penálti, no lance que deu o 2-2.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.