A época 2018/2019 em Inglaterra ainda vai no início, mas a rivalidade entre Manchester United e Manchester City não abrandou tendo mesmo intensificado-se nos últimos dias com o documentário 'All or Nothing' em que é contada a caminhada gloriosa da equipa comandada por Pep Guardiola até ao título da Premier League.

Ora, no referido documentário apresentado numa série de oito episódios surge José Mourinho com especial destaque para a polémica em torno do 'dérbi' de Manchester na casa do City que os 'red devils' venceram por 3-2. O técnico português não gostou do que viu e criticou a forma como deram ênfase aos polémicos cânticos dos adeptos do Manchester City sobre o 'autocarro' de Mourinho.

"A minha primeira reação é que podes fazer um documentário fantástico sem desrespeitar os outros. Aliás, podes ser um clube muito rico e comprar os melhores jogadores do Mundo, mas não podes comprar classe. E eles mostraram isso, foi óbvio", começou por dizer Mourinho à Sky Sports.

"A segunda reação é que também eu entro no documentário por isso devia cobrar direitos. Um filme sem mim não vende muito. Precisava de aparecer ali. Mas se me enviarem uma das camisolas que tinham no túnel quando lá jogámos [no Etihad Stadium], aquelas que diziam "conseguimo-lo no dérbi", dou-me por satisfeito", acrescentou Mourinho, fazendo referência ao facto do Manchester United ter impedido que o Manchester City se sagrasse campeão em casa frente aos 'rivais' da mesma cidade.

As camisolas a que Mourinho se refere estariam já preparadas para serem distribuídas pelos jogadores em caso de vitória no 'dérbi' a 7 de abril de 2018. No entanto, o Manchester United venceria por 3-2 e adiaria o título de Guardiola por mais uma jornada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.