Gary Neville, antigo jogador do Manchester United, teceu esta quarta-feira duras críticas à política de contratações do Manchester United, que esta temporada é liderado por Louis van Gaal.

"Não esperava que o United fosse fazer negócios desta forma. Achei que fossem mais controlados", disse o preparador físico da seleção inglesa ao TalkSport.

"A venda de Danny Welbeck foi estranha. Como é que o Arsenal o comprou por 16 milhões de libras (20 milhões de euros) quando há defesas-laterais que custaram 14, 15, 16 milhões? Ajudaram um adversário direto, já que o Arsenal é a equipa com que vão disputar o quarto lugar", considerou Neville.

O antigo defesa comentou ainda a chegada de Falcao e Di María à equipa. "Não entendo a lógica. O Falcao foi 'a gota de água' - surpreendeu e chocou toda a gente. Não sei como é que ele [Van Gaal] os vai integrar na equipa. Não sei como se integra Rooney, Di María, Van Persie, Falcao, Herrera, Januzaj e Mata numa equipa".

Depois de um defeso em que fez grandes investimentos no mercado, o Manchester United arrancou a temporada da pior forma, com apenas dois pontos conquistados em três jogos na Premier League.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.