Mauricio Pochettino pronunciou-se sobre o alegado descontentamento de Toby Alderweireld por não ter sido opção para a primeira jornada da Premier League.

Vários clubes demonstraram interesse na contratação do central belga, mas o jogador acabou por permanecer no Tottenham, exigindo a titularidade na equipa londrina. Pochettino não gostou e respondeu.

"Eu sou o treinador porque a direção acredita nas minhas escolhas. A situação do Alderweireld é uma perda de tempo. Quando um jogador assina um contrato tem de estar sempre disponível para o treinador e mostrar que merece o lugar, sobretudo durante os treinos. Depois, o treinador faz as suas escolhas. Quem não joga tem de esperar, às vezes até eu ser despedido. A mim ninguém me pressiona nem chantageia", disse o treinador argentino.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.