Adebayo Akinfenwa vai ter muito que contar aos netos daqui a uns anos, quando se falar de COVID-19, de Premier League e sua carreira em Inglaterra. O possante, muito possante (para cima dos 100 kg) avançado, agora com 38 anos, ajudou a promover o Wycombe Wanderers ao Championship, a segunda divisão inglesa.

Depois da vitória sobre o Oxford United e no meio dos festejos, o possante avançado pediu que Jurgen Klopp lhe desse "um toque no WhatsApp" para abrilhantar ainda mais a sua semana. Isto porque Akinfenwa é adepto do Liverpool, tendo aparecido até num treino da sua equipa com a camisola dos novos campeões ingleses

Ora Klopp 'mexeu os cordelinhos' e lá fez a chamada.

"Olá, grandalhão. Parabéns, vi o jogo, não vi as entrevistas depois do jogo, mas o Hendo [Jordan Henderson] e os rapazes disseram-me para entrar em contacto contigo no Whatsapp e cá estou eu. Parabéns. Tenho a certeza de que ao longo da tua vida querias ser pelo menos jogador do Championship e agora, finalmente, estás lá. Parabéns. Grande, grande vitória", disse o alemão. Além de Klopp, também o defesa Virgil Van Dijk e o médio Jordan Henderson enviaram mensagens de parabéns ao jogador de 38 anos.

Akinfenwa é que não podia estar mais feliz da vida: "Estás maluco?! O homem, o mito, a lenda, enviou-me um WhatsApp. O dia de hoje já não pode melhorar. Obrigado, Klopp!", escreveu nas redes sociais.

Akinfenwa deu nas vistas (difícil passar despercebido no relvado com aquele físico) no Wimbledon mas ficou conhecido depois de ter sido dispensado do clube que ajudou à chegar à League One terceira divisão inglesa. Na altura, quando ficou desempregado, decidiu pedir aos treinadores interessados que lhe dessem "um toque no WhatsApp".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.