Raheem Sterling, jogador do Manchester United, sublinhou que agora não se está a lutar contra nenhuma outra doença sem o racismo.

"Eu o impacto das minhas palavras, mas a única doença que estamos a lutar atualmente é o racismo. Isso é o mais importante atualmente, porque é algo que vem a acontecer há muitos anos. Tal como a pandemia, queremos encontrar a solução que permita acabar com o racismo. É isso que os protestantes têm vindo a fazer. Eles procuram encontram uma forma de parar a injustiça que vemos", disse Sterling em declarações à 'BBC'.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.