Nove pessoas foram detidas esta quinta-feira no âmbito de um inquérito sobre combinação de resultados de jogos de futebol, entre os quais o pai de do avançado do Manchester United, Wayne Rooney, e um jogador do Motherwell.

A polícia anunciou ter detido nove pessoas em Glasgow e em Merseyside, no noroeste de Inglaterra, no âmbito do inquérito de “apostas combinadas”.

De acordo com a imprensa britânica, uma das pessoas é Wayne Rooney Sénior, de 48 anos, pai do avançado do Manchester United, detido em sua casa, em Liverpool, no bairro West Derby.

Entre as pessoas interrogadas pela polícia encontra-se também o jogador dos escoceses Motherwell, o médio Steve Jennings, de 26 anos, além do tio de Wayne Rooney, Richie Rooney, de 54 anos.

Rooney, internacional pela seleção de Inglaterra, não está implicado na investigação, que se foca no jogo que opôs o Motherwell e o Hearts e foi disputado a 14 de dezembro de 2010. Durante o encontro, Jennings foi expulso por ter insultado o árbitro. O Hearts é agora treinado pelo português Paulo Sérgio.

A polícia de Merseyside avançou que o pai de Wayne Rooney e o seu tio foram detidos nas suas casas em Liverpool sob suspeita de estarem envolvidos numa eventual tentativa de fraude, juntamente com outras sete pessoas.

«Os detetives executaram 10 mandatos entre Merseyside e Glasgow e detiveram nove pessoas no âmbito da investigação sobre suspeita de apostas viciadas», disse a polícia, acrescentando que as «detenções são o culminar de uma operação conjunta com a Comissão de Jogos».

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.