À agência Reuters, o empresário dos Emirados Árabes Unidos confirmou a sua saída.

O Portsmouth continua à procura de encontrar formas de pagar a dívida astronómica que possui (107,7 milhões de euros) e, desta forma, evitar um eventual insolvência.

O clube britânico havido pedido a permissão para poder vender jogadores fora do período do mercado de transferências, como forma de resolver a sua situação. Contudo, esse pedido foi recusado pela direcção da Premier League.

Recorde-se que o Portsmouth conta no seu plantel com o português Ricardo Rocha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.