A Premier League preparava-se para vender os direitos televisivos da prova por 11.600 milhões de euros, para o triénio 2022-2025. A notícia é do 'Daily Mail, que revela que a verba é superior aos 10.500 milhões de euros angariados com o último contrato.

Só nos EUA, a Premier League prevê angariar 1.400 milhões de euros pelos direitos de TV. A prova é transmitida nesta altura pela NBC, cadeia televisiva que pagou 860 milhões de euros no último triénio. No novo contrato, a NBC dividirá com Disney, WarnerMedia e CBS a transmissão dos jogos.

A seguir segue-se o Médio Oriente onde a BeIN Sports deverá pagar 150 milhões de euros para transmitir os jogos da Premier League. Em França, será o Canal+ a passar os jogos, por um valor a rondar os 100 milhões de euros. A Eleven Sports garante a prova para Portugal, a Sky Deutschland transmite a prova para a Alemanha, a Sky Itália para o território transalpino, a DAZN em Espanha e a Telenet na Bélgica.

Falta definir quem irá passar a Liga Inglesa na Austrália. Neste momento é a Optus quem detém os direitos mas a Stan Sport, a Paramount+ e a Amazon querem os mesmos direitos. A luta, diz o 'Daily Mail', poderá render 160 milhões de euros, 60 por cento a mais do que foi pago no último triénio.

A nível doméstico, são 5800 milhões de euros de euros pagos pela Sky Sports, BT, Amazon e BBC pelos direitos de TV do campeonato mais rentável do Mundo.

Os direitos televisivos da Premier League serão vendidos para mais de 100 países.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.