O presidente do Birmingham City, Carson Yeung, foi detido durante a noite na sua cidade natal, em Hong Kong, por presumível lavagem de dinheiro, mas saiu sob fiança horas mais tarde, revelou hoje a agência chinesa Xinhua.

Yeung, de 51 anos, enfrenta cinco acusações por alegado envolvimento em negócios ilegais, com valores que ascendem a cerca de 62,2 milhões de euros.

O presidente do clube inglês saiu em liberdade depois de pagar uma fiança na ordem dos 615.000 euros, mas terá de comparecer em tribunal a 11 de Agosto, segundo informaram fontes judiciais citadas pela agência noticiosa.

O Birmingham, que foi esta época despromovido da Primeira Liga Inglesa, refere no seu sítio oficial na Internet que Yeung se encontra em Hong Kong “a colaborar com a polícia local na investigação de um crime” e que a situação nada tem a ver com o clube.

«Lembramos que em anos recentes membros da anterior direcção estiveram em liberdade sob fiança num tempo considerável e nada do que eram acusados foi demonstrado», disse, em comunicado, o presidente interino Peter Pannu.

Yeung é o maior accionista do Birmingham, com 29,9 por cento das acções do clube.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.