O espanhol Quique Flores foi hoje despedido do Watford, menos de três meses depois de ter assumido o comando da equipa e num momento em que esta segue em 20.º e último lugar na Liga inglesa de futebol.

No sábado, o Watford sofreu a oitava derrota em 14 jornadas, ao perder na visita ao Southampton (18.º), por 2-1, num jogo em que até esteve a vencer até aos 78 minutos, com um golo de Ismaila Sarr, aos 24, mas permitiu a reviravolta dos ‘The Saints’.

O espanhol, que já tinha treinado o Watford na época de 2015/16, foi contratado novamente esta época, mas já no decurso da mesma, em substituição do seu compatriota Javi Gracia, despedido após a quarta jornada.

O despedimento de Quique Flores, de 54 anos, é o terceiro na ‘Premier League’ no espaço de 12 dias, após as ‘saídas’ de Maurício Pochettino no Tottenham, substituído por José Mourinho, e de Unai Emery no Arsenal.

Na sua carreira, Quique Flores treinou o Benfica na época de 2008/2009, na qual conquistou uma Taça da Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.